Baixe nosso App Gratuito

Agito Cultural Zona Norte
Powered by Conduit Mobile

terça-feira, 21 de outubro de 2014

Ministério da Cultura - Representação Regional de São Paulo - Informativo Cultural


Ministério da Cultura - Representação Regional de São Paulo - Informativo Cultural

.::BOLETIM ESPECIAL


Próximas oficinas de capacitação em São Paulo: não perca estas oportunidades!


Nos próximos dias acontecem eventos para auxiliar os paulistas na elaboração de suas propostas para os Editais e Prêmios do Ministério da Cultura. Além destas reuniões, a equipe da RRSP atende os proponentes também presencialmente, por email e por telefone. Confira a agenda de oficinas, ajude-nos a divulgar estes encontros e participe!

Edital para Ciganos- Serão distribuído 60 prêmios de R$ 14.285,72. O edital é destinado a iniciativas realizadas em diversas áreas, próprias da expressão cigana desde celebração, festas e músicas, passando por medicina, artesanato, jogos, brincadeiras, culinária até habitação tradicional. As premiações serão distribuídas da seguinte forma: 15 prêmios para pessoas físicas ciganas, 35 para grupos e comunidades ciganas sem constituição jurídica e 10 para instituições privadas sem fins lucrativos integradas por indivíduos pertencentes a qualquer etnia cigana e reconhecidas por sua contribuição social e cultural à cultura cigana. As inscrições também devem ser feitas até o dia 27 de outubro.
Clique aqui e saiba mais.

Edital Comunica Diversidade 2014- Edição Juventude - Podem participar jovens entre 15 e 29 anos, brasileiros natos ou naturalizados e estrangeiros residentes no Brasil há mais de três anos, que desenvolvam iniciativas de comunicação para cultura. Serão 10 prêmios para jovens entre 15 e 17 anos; 25, entre 18 e 24 anos; e 25, entre 25 e 29 anos. Todos os prêmios terão valor bruto de R$ 14 mil. Os projetos que concorrerão ao prêmio deverão contemplar ações ligadas a um dos seguintes eixos: educar para comunicar; produção de conteúdos culturais; distribuição de conteúdos culturais; meios/infraestrutura para a comunicação; comunicação e protagonismo social; e comunicação e renda. Todos os projetos devem ser inéditos e cada candidato poderá apresentar somente uma iniciativa cultural para a seleção. 
Clique aqui e saiba mais.

Editais e Bolsas para Produtores Negros - Comunidades quilombolas, povos e comunidades tradicionais de matriz africana e outros coletivos negros terão mais uma oportunidade de fomento a suas expressões culturais. Trata-se do Prêmio de Culturas Afro-brasileiras. Além desta oportunidade, o Ministério da Cultura tem abertos outros dois editais voltados à cultura afro-brasileira. Promovido pela FCP, em parceria com o Centro de Apoio ao Desenvolvimento Osvaldo dos Santos e Neves (Cadon) e a Petrobras, a 3ª edição do Prêmio Nacional de Expressões Culturais Afro-brasileiras premiará 25 projetos de artistas, grupos e companhias que atendam à estética negra nos segmentos dança, artes visuais, teatro e música. Também estão abertas até 3 de novembro as inscrições para o edital Bolsa Funarte de Fomento aos Artistas e Produtores Negros, lançado pela Fundação Nacional de Artes (Funarte). Serão concedidas 45 bolsas para a realização de atividades nas áreas de circo, dança e música, como exposições e mostras (pintura, escultura, desenho, gravura, fotografia, novas mídias e demais linguagens), oficinas, seminários, intervenções urbanas e projetos de produção e circulação de espetáculos, entre outros. 
Clique aqui e saiba mais.

Vale Cultura - Um benefício que pode chegar às mãos de 42 (quarenta e dois) milhões de trabalhadores brasileiros. O cartão magnético pré-pago, válido em todo território nacional,  no valor de R$50,00 (cinquenta reais)  mensais, vai possibilitar maior acesso do publico ao teatro, cinema, museus, espetáculos, shows, circo ou mesmo na compra de CDs, DVDs, livros, revistas e jornais. O Vale também poderá ser usado para pagar a mensalidade de cursos de artes, audiovisual, dança, circo, fotografia, música, literatura ou teatro. 
Clique aqui e saiba mais.
 
Serviço:
Solicitamos envio de mensagem para comunicacao.sp@cultura.gov.brinformando sua presença nas atividades. Todos os encontros são gratuitos.

22/10/2014
Edital Cultura Cigana em Guarulhos
14hs
Acampamento Cigano  - Rua dos Cardeais, altura nº 45, Bairro Pimentas- Guarulhos
Referência: a 600m do Shopping Bonsucesso

23/10/2014
Edital Cultura Cigana em Itapevi
14h
Acampamento Cigano - Rua Pedro Valadares, 49 - Jd. Vintápolis, Itapevi - Próximo à Estação: Cardoso

25/10/2014
Oficina de Orientação no Edital Comunica Diversidade 2014 - Edição Juventude.
Ação Educativa - Sala 12-  R. General Jardim 660-  Vila Buarque – Centro - São Paulo SP
10:00h as 13:00h
Parceiro: Ação Educativa

25/10/2014
Oficina de Orientação dos
Prêmio de Culturas Afro-Brasileiras 2014,
3º. Prêmio Nacional de Expressões Culturais Afro-Brasileiras
Bolsa FUNARTE de Fomento aos Artistas e Produtores Negros
Alameda Nothmann, 1058- Santa Cecília – São Paulo
10:00h às 18:00h
Parceiros: Kultafro e Fórum para as Culturas Populares e Tradicionais

27/10/2014
Palestra sobre Vale Cultura em Campinas
Com a participação do Secretário de Fomento e Incentivo à Cultura, Sr. Ivan Domingues das Neves

ACIC – Rua José Paulino, 1111 – Centro – Campinas
16:00h
Parceiros: Associação Comercial e Industrial de Campinas – ACIIC e Secretaria Municipal de Cultura

31/10/2014
Palestra sobre Vale Cultura em São José do Rio Preto
Com a participação do Secretário de Fomento e Incentivo à Cultura, Sr. Ivan Domingues das Neves
09hs
Salão Nobre da ACIRP- Rua Silva Jardim, 3099 – São José do Rio Preto
Parceiro: Associação Comercial e Empresarial de São José do Rio Preto


31/10/2014
Palestra sobre Vale Cultura em Ribeirão Preto
Com a participação do Secretário de Fomento e Incentivo à Cultura, Sr. Ivan Domingues das Neves
16hs
Auditório Meira Júnior - Sala do Theatro Pedro II – Ribeirão Preto
Parceiros: Secretaria Municipal de Cultura e Associação Comercial e Industrial de Ribeirão Preto
Expediente MinC RR/SP:
Chefe de Representação: Valério da Costa Bemfica

segunda-feira, 20 de outubro de 2014

CEU JAÇANÃ e Ekilibrium Studio de Dança apresentam




CEU JAÇANÃ e Ekilibrium Studio de Dança apresentam,

Espetáculo "Expansão do Sentir" da Companhia Sensorium de Dança Eutônica, será a atração de encerramento da campanha Prevenção do Câncer de Mama do CEU Jaçanã 2014.

FAÇA PARTE VOCÊ TAMBÉM !

DIA 31 OUTUBRO
 às 19hs
Local: Teatro CEU Jaçanã
Rua Antônio Cesar Negro, 105 - Próximo à 73ª Delegacia - Jaçanã.
Entrada Franca


MAIS INFORMAÇÕES
Ekilibrium Studio de Dança - (11) 2978-5730

quarta-feira, 15 de outubro de 2014

quarta-feira, 17 de setembro de 2014

Inscrições abertas para o Processo Seletivo 2015 da SP Escola de Teatro São oferecidas 96 vagas para oito Cursos Regulares gratuitos, distribuídas entre os períodos matutino e vespertino


Processo-Seletivo-2015-Capa-Site.jpg
Inscrições abertas para o Processo Seletivo 2015 da SP Escola de Teatro
 
São oferecidas 96 vagas para oito Cursos Regulares gratuitos,
distribuídas entre os períodos matutino e vespertino

Estão abertas as inscrições para o Processo Seletivo 2015 da SP Escola de Teatro – Centro de Formação das Artes do Palco, instituição da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, com vagas para oito Cursos Regulares gratuitos da Instituição: Atuação, Cenografia e Figurino, Direção, Dramaturgia, Humor, Iluminação, Sonoplastia e Técnicas de Palco. As inscrições deverão ser feitas exclusivamente pela internet, no site do Instituto Mais ( www.institutomais.org.br), até as 17h do dia 13 de outubro.

Para se inscrever e disputar uma das 96 vagas, distribuídas entre os períodos matutino e vespertino do primeiro semestre de 2015, os interessados precisam ser maiores de idade (ter 18 anos completos até a data de início das atividades letivas da Escola) e possuir Ensino Médio completo. A taxa para efetuar a participação no Processo Seletivo é de R$ 39 (mas, em certos casos, é possível solicitar a redução de 50% ou até 100% deste valor. Saiba quais são os requisitos para ter acesso a esse benefício no Capítulo 2 do Edital do Processo Seletivo).

O Processo Seletivo destina-se ao preenchimento das vagas dos Cursos Regulares, nos períodos matutino, das 9h às 13h, e vespertino, das 14h30 às 18h30, de terça a sexta-feira, e aos sábados, das 9h às 18h30.Os cursos têm duração de dois anos e as aulas são realizadas entre as três sedes da Escola: Roosevelt (Praça Roosevelt, 210), Marquês (Rua Marquês de Itu, 273-285) e Ateliê (Rua Rego Freitas, 529).

O Processo Seletivo será realizado em dois momentos. O primeiro, de caráter eliminatório,constará de entrevistas e uma redação, para todos os candidatos inscritos, e está previsto para dia 28 de outubro (Entrevistas) e 2 de novembro (Redação). O edital de convocação para a realização das avaliações do PrimeiroMomento deve ser divulgado na data prevista de 22 de outubro de 2014, nos endereços eletrônicoswww.institutomais.org.br e www.spescoladeteatro.org.br
                                                          
Já o Segundo Momento, de caráter eliminatório e classificatório, será realizado por intermédio de avaliações específicas relacionadas ao curso de interesse do candidato e somente serão convocados os candidatos que obtiverem média igual ou superior a 5,0 (cinco), de acordo com o número de vagas disponíveis em cada curso.Sua realização ocorrerá somente após divulgação do resultado da Primeira Fase, e está prevista para acontecer entre os dias 18 de novembro e 2 de dezembro de 2014.

O resultado final será divulgado na recepção da SP Escola de Teatro e nos siteswww.spescoladeteatro.org.brwww.institutomais.org.br, no dia 9 de dezembro de 2014.

Conheça um pouco mais sobre cada curso:

I -  ATUAÇÃO
Coordenador: Hugo Possolo
O curso está voltado à formação de atores com ênfase no domínio e consciência da cena para que esse artista tanto dialogue com as orientações gerais da encenação, definidas pelo diretor e toda a equipe, como possa assumir a responsabilidade pelo desenvolvimento de seu processo criativo de forma independente em suas pesquisas e opções estéticas.  O curso pretende estimular a consciência da função social do artista, a capacitação de seu corpo e voz para expressão bem como para a sensibilidade crítica do ator para o mundo contemporâneo.  Trata-se de uma formação interdisciplinar com as outras artes do palco oferecidas pela Escola.

II -  CENOGRAFIA E FIGURINO
Coordenador: J. C. Serroni
O curso, por intermédio de conhecimentos básicos, capacitará os interessados em ingressar profissionalmente na área. O curso abrange também o estudo das cenografias de áreas como cinema, televisão, exposições, eventos, entre outras. As aulas teóricas e práticas são complementadas por meio de contato com diversos profissionais experientes do setor. Trata-se de uma formação interdisciplinar com as outras artes do palco oferecidas pela Escola. 

III -  DIREÇÃO
Coordenador: Rodolfo García Vázquez
O curso prepara e instrumentaliza encenadores para o fazer teatral, enfatizando a visão crítica e ampla sobre a sociedade e as possibilidades da encenação contemporânea. Este curso oferece caminhos criativos e teóricos para que os encenadores saibam lidar com todos os âmbitos da cena teatral.  Conhecimentos como a ordenação do fluxo do trabalho cênico, experimentações envolvidas no processo de criação teatral, procedimentos para o fazer criativo e a busca por uma expressão teatral singular fazem parte das propostas do curso. Estão previstos também estudos de diversas perspectivas cênicas contemporâneas. Trata-se de uma formação humanista e interdisciplinar com as outras artes do palco oferecidas pela Escola. O candidato deverá ter experiência teatral.

IV -  DRAMATURGIA
Coordenação: Marici Salomão
Direcionado a novos dramaturgos, o curso visa estimular novas percepções de mundo e diferentes formas de construção textual. Equilibra teoria, técnica e prática, incluindo conteúdos que compõem a base de criação a outras mídias. Os textos criados pelos aprendizes são analisados em grupo e em plantões individuais, com dramaturgos especializados, e podem vir a ser publicados, lidos publicamente e/ou montados. O curso enfatiza a formação teórica e prática sobre postulados mais recentes no Brasil, como o dramaturgismo. Trata-se de uma formação interdisciplinar com as outras artes do palco oferecidas pela Escola. 

V-  HUMOR
Coordenação: Raul Barretto
O curso de Humor está voltado para a formação de humoristas e comediantes, capacitando-os para a atuação cênica, desenvolvendo suas aptidões de corpo e voz para o jogo cênico. São contempladas a formulação de arquétipos, criação de personagens e a elaboração de uma dramaturgia cômica. Busca-se formar um ator com visão crítica, com ênfase no humor, que contextualize sua obra e compreenda a dimensão histórica da função social do riso. O curso estará sintonizado com o fazer e o saber teatral de seu tempo. Trata-se de uma formação interdisciplinar com as outras artes do palco oferecidas pela Escola.

VI -  ILUMINAÇÃO
Coordenação: Guilherme Bonfanti
O curso qualifica aprendizes interessados na iluminação dentro do âmbito das artes cênicas.  Um dos seus propósitos é unir tecnologia de ponta com o que existe de mais artesanal nas maneiras de utilizar a iluminação, ressaltando a criatividade do técnico-artista. O curso promove a aproximação de áreas importantes para a formação do artista da luz, em especial as artes visuais. Trata-se de uma formação interdisciplinar com as outras artes do palco oferecidas pela Escola.

VII - SONOPLASTIA
Coordenação: Raul Teixeira
O curso propõe a formação do aprendiz por meio de conhecimentos ligados à comunicação pelo som. O curso abrange estudos teóricos e práticos de diversos meios de produção de som, como música, ruídos ou voz. Trata-se da formação do sonoplasta com ênfase na dramaturgia sonora, teoria musical, repertório, técnicas em sonoplastia e práticas sonoras. As propostas do curso envolvem discussões sobre a música no teatro, cinema, rádio e televisão.  Trata-se de uma formação interdisciplinar com as outras artes do palco oferecidas pela Escola.

VIII -  TÉCNICAS DE PALCO (Cenotecnia)
Coordenação: J. C. Serroni
O curso capacita aprendizes interessados na profissionalização do técnico de palco. O que seria um técnico de palco? Aquele profissional que trabalha nos bastidores do teatro, auxiliando na construção e funcionamento do espetáculo. Em um mercado de trabalho atualmente tão carente desse profissional, o técnico de palco pode ser o cenotécnico, o diretor de cena, o contrarregra, o aderecista ou o maquinista de espetáculos. A formação consiste em aulas teóricas e práticas, em ateliês e/ou oficinas. São quatro semestres com aulas presenciais, sendo que durante o terceiro e o quarto módulo o aprendiz deverá também cumprir estágio obrigatório de 480h, fora dos horários de aulas. Trata-se de uma formação interdisciplinar com as outras artes do palco oferecidas pela Escola.

terça-feira, 16 de setembro de 2014

SP Escola de Teatro promove encontro com a escritora e poetisa Adélia Prado - Acontece Hoje!

SP Escola de Teatro promove encontro com a escritora e poetisa Adélia Prado

Adélia Prado, cujo nome figura entre os maiores da literatura brasileira, terá um encontro com o público na SP Escola de Teatro – Centro de Formação das Artes do Palco no dia 16 de setembro, às 19h, na Sede Roosevelt da Instituição. A atividade é gratuita e aberta ao público.

adelia.jpg
Adélia Prado (Foto: Arquivo SP Escola de Teatro)
A escritora e poeta – como prefere ser chamada, em vez de "poetisa" – mineira marca presença na Escola pela segunda vez, por meio de uma parceria entre a Pedagogia e o setor de Extensão Cultural da Instituição. A primeira foi em 2010, nos Encontros Notáveis.

O primeiro contato
Em maio de 2010, Adélia Prado abriu o Fórum SP Escola de Teatro – Encontros Notáveis, com uma palestra sobre a capacidade de transformação humana a partir da experiência artística. Na ocasião, também ressaltou a importância do teatro, definiu arte e salientou a relevância das obras perante seus autores.
O projeto comemorou seis meses do lançamento da SP Escola de Teatro – Centro de Formação das Artes do Palco e convidou Adélia e outras quatro personalidades, de diferentes áreas de atuação, para debater o tema “O ser humano, a arte e a sociedade”.
Com mediação do jornalista e crítico teatral Jefferson Del Rios, o fórum também contou com a participação do diretor Antunes Filho; da missionária Monja Coen; do Cacique Timóteo Verá Popyguá e do Coordenador de Planejamento Ambiental da Secretaria de Estado do Meio Ambiente Casemiro Tércio Carvalho.
"É importantíssima uma iniciativa como essa, em que eu percebo um real interesse de todos em oferecer teatro, porque o teatro é, como toda arte, uma forma de humanização. É uma fonte de humanização que não pode ser perdida e tem que ser prestigiada para que o Brasil se reconheça como nação, pela via do sentimento, da arte, da beleza", disse, sobre o projeto da Escola.
Assista a um trecho da palestra no canal do Youtube da Escola.
Serviço
Encontro com Adélia Prado
Quando: 16/9, às 19h
Onde: SP Escola de Teatro – Sede Roosevelt
Praça Roosevelt, 210 – Centro
Tel.: (11) 3775-8600
Grátis e aberto ao público

quinta-feira, 11 de setembro de 2014

Semana O Viajante 15 anos - Uma semana dedicada ao universo de viagens - Dica Imperdível - Acontecerá em SP



Serviço:
Semana O Viajante 15 anos - Uma semana dedicada ao universo de viagens
Data: 22 a 27 de setembro (segunda a sábado)
Horário: Workshops às 17 horas e palestras às 19 horas, todos os dias
Local: Livraria Cultura do Shopping Villa-Lobos
Endereço: Av. das Nações Unidas, 4777 - Alto de Pinheiros
Entrada gratuita
Reserva de assento e mais informações: www.oviajante.com/semana15anos
Contato: semana15anos@oviajante.com
Realização: Editora O Viajante - www.oviajante.com
Apoio: Livraria Cultura

Revelando São Paulo - Acontecerá do dia 12 a 21 de Setembro

Está chegando a hora!


terça-feira, 9 de setembro de 2014

CONVITE PARA FESTA ARTISTICA - "UMA NOITE PARA SADE"

Todos os amigos de longe e perto, presenciais e virtuais estão mega convidados para a festa "Uma noite para Sade" venha se deliciar em um templo das artes, em uma noite que estará garantida a boa música e muita mais muita arte para o seu deleite!

Acesse o evento no face: https://www.facebook.com/events/1459425061000860/?fref=ts

quarta-feira, 20 de agosto de 2014

Uma noite em que Blanche Dubais chorou sobre minha pobre alma - Por Pedro Zacarias


Uma noite em que Blanche Dubais chorou sobre minha pobre alma

A noite, foi na última sexta-feira(15.08), ao som mágico de Fly Me to the Moon na voz do mestre Frank Sinatra ela também chorou em minha pobre alma e muito mais além, aconteceu uma avalanche de sentimentos e sensações do primeiro segundo que a peça começou até o final dela, tive a necessidade por esses dias de deglutir, ruminar tudo para poder tentar escrever algo.
Além é claro de ser presenteado por uma texto bem escrito pelo dramaturgo Jarbas Capusso Filho, uma bela direção de Renato Andrade, que faz o ator que há em mim querer fazer esse texto também pois ele é desafiador.
Foto: Jo Capusso
O elenco merece que este que vos escreve renda todos os elogios possíveis e imagináveis.
É sabido que um bom espetáculo primeiro precisa de um texto bem escrito e aqui quero  dedicar um bom tempo da postagem para nossos leitores do blog e os agitadores de plantão.
Quem ainda não leu o texto do Tennesse Williams,  “Um bonde chamado desejo”,  texto que torna a Blanche uma das mais instigantes e desafiadoras personagens da história.  Mas o Filho além de consegui traze-la para seu texto em uma costura tão bem realizada não satisfeito faz com que suas personagens a refinada Estela Barros(Inês Aranha) e o garoto Johnny(Daniel Morozetti), naveguem entre o casal Stanley e Stella Kowalski, Blanche Dubais, pai, garoto de programa, filho, mãe dentro do próprio universo das personagens matrizes do texto e o caos psicológico e humano que cada um possui.
O texto sem nenhuma delonga é merecedor de todos os prêmios possíveis de dramaturgia e a peça merece vida longa. Não é por nada que já possui quatro estrelas pela Veja e levou vários prêmios e ela deverá colher mais alguns pela sua jornada.
Jarbas Capusso Filho, certamente é a prova viva que hoje já possuímos uma ótima safra de escritores para teatro e que podemos esperar dele muitos textos interessantes para os palcos da cidade.
Chega desse momento bajulação ao autor do texto e vamos falar da linda, forte Inês, ela não é a mesma dos Lusíadas, mas garanto que quem ainda não a viu no palco corra para assistir.
Foto: Jo Capusso
Me lembro que ao som da voz do Sinatra meus olhos estáticos ficaram parados no movimentar delicado de seus dedos em meio a toda ansiedade que a sequencia da cena trazia a meia luz do seu apartamento com apenas metade de um quadro que o decora está saindo da parede. Remeteu-me a uma exposição que veio a São Paulo, ficou na Pinacoteca salvo engano. Havia cadeiras que parecia sair das parecesse do chão como o quadro que está na parede fui tomado pela delicadeza do gesto de suas mãos e o anel que tem um brilho vermelho refletido pela luz do palco com tanta intensidade quando a atriz e sua expressão corporal. Até chegar na penumbra do pequeno palco, bem no cantinho esquerdo o Daniel/Johnny, garoto de programa contratado pela atriz decadente  e solitária que precisava de sexo segundo o seu pedido pelo telefone. O Garoto chega com sua beleza muda e estonteante, você já não sabe por quem se apaixona pela beleza da Inês e sua delicadeza e seu charme ou pelo Daniel e sua beleza juvenil, seus olhos e sua pose de galã barato. A partir dai a cada minuto, dos 70m que dura o espetáculo você irá descobrindo um pouco mais de cada um deles e aí aguardem as surpresas do texto do Filho.
Foto: Jo Capusso
Creio que é correto e refinado dizer que o casal nos faz sentir, prazer, excitação, alegria,  lamento, dores, tristezas, euforia, choro e claro um prazer inenarrável de assistir o desfecho da história revelada que manterei em segredo para vocês irem assistir é claro.
A temporada da peça está em seus últimos dias aqui em São Paulo, mas ainda dá para correr, garantir seus ingressos e conferir de perto a história fascinante da peça ‘Uma noite em que Blanche Dubais chorou sobre minha pobre alma “









Uma noite em que Blanche Dubais chorou sobre minha pobre alma
De Jarbas Capusso Filho
Direção Renato Andrade
Teatro Augusta
Rua Augusta, 943
Sextas às 21:30h/Sábados às 21h/Domingos 19h
Ingressos R$ 40,00
Ingressorapido.com 

terça-feira, 12 de agosto de 2014

Está aberta a Temporada de DANÇA da SENSORIUM Cia. de Dança Eutônica com o ESPETÁCULO EXPANSÃO DO SENTIR

Está aberta a Temporada de DANÇA da SENSORIUM Cia. de Dança Eutônica com o ESPETÁCULO EXPANSÃO DO SENTIR 


Inspirado na obra da dançarina e grande expressionista alemã Pina Bausch e aliado ao trabalho da Eutonia de Gerda Alexander, o espetáculo reunirá em seu repertório coreográfico peças criativas e expressivas, criadas pela bailarina e coreógrafa Claudete Takahashi.
Cada peça é um novo apelo para que o espectador "confie em si mesmo, se enxergue e se sinta".

Quem já assistiu adorou...
Você irá também se emocionar !!
DIREÇÃO ARTÍSTICA: Claudete Takahashi
Dias 07, 14, 21 e 28 de Agosto,  5as. feiras às 21h.
Local: ECO Espaço Oficina Cultural - Sala Nelson Xavier
Rua Alfredo Pujol, 381 - Santana
R$ 15,00
REALIZAÇÃO:
EKILIBRIUM Studio de Dança e ECO Espaço Oficina Cultural

 INGRESSOS A VENDA:
(11) 2978-5730 / (11) 3532-3101 ou pelo e-mail : ekilibrium@ekilibriumstudiodedanca.com.br / ekilibrium@yahoo.com.br
              
              EKILIBRIUM STUDIO DE DANÇA
             Rua Dr. Olavo Egídio, 527 - Santana

Obrigado a todos os Agitadores de plantão que curtem nossa pagina

Obrigado a todos os Agitadores de plantão que curtem nossa pagina, aos artistas, plateia, amigos, parceiros, arteiros, leitores, grupos, cias, espaços que compohem cada um mais um elo da corrente cultural que nos propomos a fazer....Nosso muito obrigado por cada fã.

Agora vamos em frente que ainda há muito o que fazer e conquistar!

Curtam, Compartilhem, Comentem, Indiquem, Briquem, Agitem, Falem sobre, Covidem venham escrever a história juntos!
 

https://www.facebook.com/AgitoCulturalZonaNorte?fref=photo

Você conhece o Bolsa Universidade Escola da Família? Com ela você pode fazer faculdade de graça.


Olá leitores!

Você conhece o  Bolsa Universidade Escola da Família? Com ela você pode fazer faculdade de graça.

O benefício é oferecido pelo governo do Estado de São Paulo por meio do Programa Escola da Família. A finalidade é conceder bolsas de estudo em faculdades particulares a alunos de baixa renda em troca do desenvolvimento de atividades aos sábados e domingos por estes estudantes.

O objetivo do programa é abrir as escolas, nos finais de semana, transformando-as em centros de convivência com atividades nas áreas esportiva, cultural, saúde e de qualificação para o trabalho. A idéia é desenvolvida em parceria com 234 Instituições de Ensino Superior Particulares.

Esse convênio garante aos universitários 100% de gratuidade no custeio de seus cursos, sendo 50% da mensalidade paga pelo Estado (limitada a um teto de R$ 267 por mês, renovável semestralmente) e o restante financiado pela própria faculdade. Os estudantes contemplados pela bolsa regressam à origem – a escola pública – e contribuem para o crescimento da comunidade local.

Regras

Podem concorrer à bolsa somente alunos regularmente matriculados em um curso de graduação de Instituição privada de Ensino Superior conveniada com o Programa, que não recebe outro benefício para custeio da mensalidade do curso superior e, principalmente, que tenha interesse e disponibilidade para participar das atividades do Programa Escola da Família.

Para saber quais as faculdades conveniadas, acesse este site, clique em Candidato e depois em Quantidade de bolsas por faculdade.

Os critérios de classificação seguem a seguinte ordem: renda mensal do candidato; renda mensal familiar; despesa fixa mensal da casa; número de pessoas que moram na casa; número de pessoas que trabalham na casa; tipo de moradia. Têm prioridade na concessão do benefício os egressos da Fundação Casa, antiga Febem.

Inscrições

Os pedidos podem ser feitos pela internet dentro do período de solicitação de bolsas, que é anunciado uma vez a cada mês por meio de notícias publicadas no site da Escola da Família. O candidato deve fazer seu cadastro informando o seu número de CPF, preenchendo os campos e gravando as informações ao término de cada página.

Ao fim do procedimento será emitido um protocolo de inscrição, que deverá ser impresso e entregue juntamente à documentação descrita no protocolo na Diretoria de Ensino escolhida.

Beneficiados

Em torno de 13 mil universitários paulistas dedicam seus finais de semana ao Programa Escola da Família e, em contrapartida, têm seus estudos custeados pelo programa de concessão de bolsas de estudo.

Saiba mais sobre o Bolsa Universidade Escola da Família acessando o site do Programa ou pelo telefone 0800 777 0333.
http://escoladafamilia.fde.sp.gov.br/default.asp

Aproveite!

Fonte: Brasil Escola

7º Festival Niterói em Cena - Recebe inscrições para Cias e Grupos de Teatro

Mais uma mega parceria entre Sp X RJ, para todos os Grupos e Cias Tearais, negociamos a parceria com o Festival Niterói em Cena, que já está em sua 7ª edição e pretende ter artistas e produções de SP.

Os produtores que participaram das 02 edições do Agito Cultural Zona Norte interessados podem obter informações direto do site oficial do Festival Niterói em Cena.

http://www.niteroiemcena.com.br/index.php

O Idealizador do projeto Fábio Fortes estará com toda a sua equipe preparada para receber as produções de SP no festival.... Vamos Agitar também a cidade de Niterói galera....

terça-feira, 29 de julho de 2014

Você não é insubstituível Certa vez, em uma entrevista de emprego, ouvi uma pequena e tocante frase: o insubstituível é "impromovível"

Em uma manhã de domingo, deitado na cama com os raios de sol batendo no rosto, me chamando para a vida, fui surpreendido pelo abraçar forte de minha mãe, que através do seu singelo gesto e da profundeza de seu olhar dizia o quão especial e insubstituível eu sou para ela.
Nesse momento único que tenho plena convicção de que não voltará mais, um lampejo me veio à mente. Lembrei de uma entrevista de emprego com uma das maiores empresas de comércio eletrônico do sul do Brasil.
Já havia passado por três etapas da contratação e estava praticamente com os pés firmados na vaga de emprego. Quando de repente o contratante da área comercial olha fuzilantemente em meus olhos e diz: o insubstituível é "impromovível". 
Para a vida ou mesmo para as pessoas que nos amam, podemos até ser insubstituíveis. Nenhum outro ser na face da Terra terá o seu jeito de andar, vestir, falar, valores, essência, ver e viver a vida. Somos únicos no espetáculo das emoções e insubstituíveis no palco da vida.
No mercado de trabalho ou mesmo no mundo empresarial, diferente da vida em si, engana-se aquele que se acha insubstituível. O colaborador ou mesmo o próprio empresário que se acha único dentro da organização e até mesmo no seu ramo de negócios, está fadado a permanecer eternamente no mesmo cargo ou na pior das hipóteses a sucumbir em sua própria carreira. 
Alguém ai lembra da enfadonha queda da Kodak? Embora essa emblemática empresa não quisesse abrir seus olhos para a nova oportunidade digital que surgia à sua frente, o que levou essa mega corporação à bancarrota não foi a não adaptação ao meio, mas achar que era única e insubstituível em seu ramo de negócios. A Kodak foi literalmente atropelada pela concorrência.
A marca ainda pode até ser forte, mas a empresa já não é mais a mesma. Nos relacionamentos, como já falei em um outro artigo, ninguém ama outra pessoa pelo que ela tem, pois o que ela tem você também pode ter, basta ir à luta e se dedicar. Ama-se unicamente pelo que o outro é, pois o que ele é ninguém pode ser.
O profissional que vive a pensar que outra pessoa não poderá fazer tão bem as suas funções, além de estacionar no tempo, se tornará impromovível e não galgará outro degrau em sua própria carreira. Morrerá sufocado dentro do seu pequeno mundinho.
Pássaros que vivem trancafiados na gaiola acreditam que voar não faz parte da sua natureza. Tanto na vida quanto nos negócios, para crescer é necessário abrir a mente. Preparar-se para a mudança e jamais ter medo de voar alto.
Ao longo de minha carreira profissional e em qualquer negócio do qual já fiz parte, sempre fiquei feliz em capacitar alguém a fazer tão bem quanto eu as funções do meu cargo de trabalho. Sendo assim - e por consequência - eu era promovido, e um mar de novas oportunidades se abria diante de meus pés.
Não somos insubstituíveis, mas temos, sim, nossos diferenciais. Saber dinstigui-los e usá-los a nosso favor será fundamental para o nosso aprendizado e crescimento.
Na vida até podemos não conseguir esquecer as pessoas inesquecíveis, mas no ramo de negócios podemos, sim, para continuar crescendo, substituir os insubstituíveis.
Infelizmente, não foi assim que o Felipão (ex-treinador da seleção brasileira) pensou na hora de escalar o time para o que viria a ser um dos piores fracassos da sua carreira. Mas esse assunto deixamos para um próximo artigo.
Lembre-se: a cada passo que você dá, algo fica para trás e isso faz parte da nossa caminhada nessa longa estrada da vida. Um rei visionário é aquele que abdica do trono a ponto de dar lugar a um futuro rei que tenha uma visão mais ampliada e longínqua que a sua.
O mundo dos negócios é uma verdadeira dança das cadeiras, um sai para dar lugar a outro ainda mais competente. 
"Para galgar um novo degrau na escalada do sucesso, é necessário não ter medo do novo nem, muito menos, medo de altura".  
http://www.administradores.com.br/artigos/carreira/voce-nao-e-insubstituivel/78939/

quinta-feira, 24 de julho de 2014

Veja repercussão da morte do escritor e dramaturgo Ariano Suassuna

23/07/2014 18h19 - Atualizado em 24/07/2014 00h25

Veja repercussão da morte do escritor e dramaturgo Ariano Suassuna

Ele morreu no Recife, nesta quarta-feira, aos 87 anos.
Lya Luft e Luis Fernando Verissimo falaram da morte do autor paraibano.

Do G1, em São Paulo
Morreu no Recife, nesta quarta-feira (23), o escritor, dramaturgo e poeta paraibano Ariano Suassuna, aos 87 anos. Ele estava internado desde a noite de segunda (21) na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Português, onde foi submetido a uma cirurgia na mesma noite após sofrer um acidente vascular cerebral (AVC) do tipo hemorrágico.
Do primeiro contato com o circo e com peças colegiais, no sertão paraibano, até a diversificada biblioteca que encontrou em uma escola do Recife quando ainda era estudante do ensino fundamental, deixou um legado inegável na literatura, no teatro, nas artes plásticas e na música. Ariano nasceu em 16 de junho de 1927, em João Pessoa, e cresceu no Sertão paraibano. Mudou-se com a família para o Recife em 1942. Mesmo com os problemas na saúde, ele permanecia em plena atividade profissional. "No Sertão do Nordeste a morte tem nome, chama-se Caetana. Se ela está pensando em me levar, não pense que vai ser fácil, não. Ela vai suar! Se vier com essas besteirinhas de infarto e aneurisma no cérebro, isso eu tiro de letra", disse ele, em dezembro de 2013, durante a retomada de suas aulas-espetáculo.
Veja abaixo repercussão da morte de Ariano Suassuna:
Antônio Nóbrega, músico, em entrevista ao Jornal Nacional
Lá se vão quase 45 anos que eu conheço Ariano. Eu desfrutei de uma pessoa muito lúcida, obstinada, de uma amorosidade, de uma paixão visceral pelas coisas do Brasil, pela cultura, pelo povo brasileiro.”
Raimundo Carrero, escritor, em entrevista ao Jornal Nacional
“Não se pode lamentar a morte de um homem, mas a morte de um intelectual visionário, daquele que podia ver, refletir, questionar o destino do povo brasileiro.”
Guel Arrraes, diretor de televisão, em entrevista ao Jornal Nacional
“O Ariano que é um escritor muito ligado à arte popular. É um homem que viva perto do povo, viva simplesmente, próximo às suas raízes. Com isso ele criou uma obra universal. Ele vivia intensamente a sua arte. Eu tenho certeza que a Nossa Senhora Compadecida está recebendo ele agora.”
Lya Luft, escritora, em entrevista para a GloboNews
"A Academia está sendo meio devastada, perdemos muita gente boa. Ele tinha uma grandeza, uma efervescência. Ele mostrou o drama, a alegria. O Ariano é desses escritores que a gente lia, admirava, mas adorava conhecer. Ele ainda viajava, ia para o interior, pelo Brasil afora, mesmo com a saúde combalida. Era um grande mestre e um dos grandes patriarcas da nossa literatura. Ele é uma pessoa insubstituível na nossa literatura. Estamos todos de luto."
Luis Fernando Verissimo, escritor, em entrevista para a GloboNews
"Foi mais um golpe, né? Depois da morte do João Ubaldo... O Ariano era um tesouro nacional, era mais do que escritor, compositor, era um ícone da cultura brasileira. É uma tristeza. Tem não só o trabalho original, mas o que ele conhecia de histórias e figuras do Nordeste. Ele era não apenas um escritor, era muito mais do que isso."
Geraldo Cavalcanti, presidente da Academia Brasileira de Letras
"Em 21 dias, a Academia perdeu três acadêmicos. Abala todos nós. Eu fui colega contemporâneo, nos fins dos anos 40. É uma perda pessoal também no meu caso."
Zuenir Ventura, escritor, em entrevista para a GloboNews
"É perda demais... Em menos de 15 dias, se vão o mestre João Ubaldo, Ariano Suassuna... Isso para a cultura brasileira, ai ai... É muito choque. Teve um lugar em que ele fez a aula-espetáculo, eu assisti e depois não quis falar. Ele era um show de inteligência. Tudo aquilo que ele propunha no Movimento Armorial era ele em pessoa. Ele não era só um dramaturgo, era um espetáculo em si. A obra dele vai ficar, mas a figura do Suassuna é grandiosa. A aula era uma peça de arte, as pessoas aplaudiam"
Otaviano Costa, apresentador, em seu perfil no Facebook
"Oxente...hoje vou ficá deitadinho, bem quietinho, pensando no sinhô. E vou olhar para o céu meu amô, pois hoje a noite estará linda. Descanse bem Suassuna, descanse em paz. Descanse, pois foi bom demais".
Silvério Pessoa, cantor, em seu perfil no Twitter
"A cultura popular brasileira perde um esteio, logo agora quando o assédio do mercado tenta enfraquecer a identidade dos povos. Estou triste! Obrigado Prof. Ariano, pelas dicas, conversas e boas vibrações nos momentos que estivemos juntos. Paz e conforto para a família".
Alceu Valença, cantor, em seu perfil no Facebook
"Sua obra não tem idade e segue na embolada do tempo: 'o tempo em si, não tem fim não tem começo, mesmo virado ao avesso não se pode mensurar'. Ariano é eterno em sua irreverência, profundidade, sabedoria e universalidade."
Stepan Nercessian, ator e deputado federal, em seu perfil no Twitter
"Suassuna, Ubaldo, Junqueira,Tintim, Meu Deus, é muita gente boa morrendo dessa vez"
João Falcão, diretor, em entrevista para a GloboNews
"Ariano é um mestre. Ele é um dos grandes diretores do teatro brasileiro. A gente tinha muito cuidado [ao fazer adaptação de 'Auto da compadecida' para TV], porque o Ariano era algo intocável: será que ele vai aprovar isso? Ele dizia que não queria nem saber, só queria ver no ar. Ele tinha uma generosidade muito grande."
Serginho Groisman, apresentador, em seu perfil no Twitter
"Ariano Suassuna. Paraibano-Recifense-Brasileiro que nos orgulha para sempre.
Fica em paz."
Carol Castro, atriz, em seu perfil no Facebook
"O otimista é um tolo. O pessimista, um chato. Bom mesmo é ser um realista esperançoso" #ArianoSuassuna #RIP #MaisUmGenioQueSeVai #FestaNoCeu"
Fátima Quintas, presidente da Academia Pernambucana de Letras, ao G1
“Recebi a notícia [da morte] com muita tristeza. É uma voz que se cala no Nordeste, representativa de todo o Brasil. Ariano trazia a necessidade de descobrir suas origens. Ao criar o Movimento Armorial, ele estabeleceu uma interação entre a arte erudita e a cultura popular nordestina. Isso demonstra o quanto ele pertencia e valorizada sua terra, que foi o maior fetiche dentro da sua literatura.”
Anísio Brasileiro, reitor da Universidade Federal de Pernambuco, em comunicado
"A Universidade Federal de Pernambuco recebe, comovida, a notícia do falecimento do escritor Ariano Suassuna, seu inesquecível professor de Estética, desde 1957 até sua aposentadoria em 1989. O talento profundo de Ariano Suassuna encantou gerações de estudantes da UFPE e suas aulas ficarão para sempre na memória de todos nós. Recentemente, num depoimento que faz parte do catálogo internacional da UFPE, Ariano Suassuna revelou como a instituição foi importante para ele, desde o momento em que, ainda estudante da Faculdade de Direito, criou seu primeiro grupo de teatro, ao lado de Hermilo Borba Filho. O Brasil fica menos feliz e menos popular com a partida de Ariano Suassuna. Caberá a nós cuidar de cultivar as belas sementes que ele plantou."
Geraldo Julio, prefeito do Recife, em comunicado
"Ariano foi além das palavras. Será, para sempre, um mestre que nos deixa lições de vida, uma aula repleta de bons exemplos, dignidade e respeito ao próximo. Mais que talento único, tinha uma genialidade criativa generosamente colocada à disposição da humanidade. Sua identidade com a nossa cidade, que o acolheu e que ele adotou, criou uma relação eternizada em sentimentos e na sua arte, engajada, que encanta e ensina."
Dilma Rousseff, presidente, em comunicado
"O Brasil perdeu hoje uma grande referência cultural. Escritor, dramaturgo e poeta, Ariano Suassuna foi capaz de traduzir a alma, a tradição e as contradições nordestinas em livros como Auto da Compadecida e Romance d'A Pedra do Reino e o Príncipe do Sangue do Vai-e-Volta. A obra de Suassuna é essencial para a compreensão do Brasil. Guardo comigo ótimas recordações de nossos encontros e das suas histórias. Aos familiares, amigos e leitores, meus sentimentos neste momento de perda."
Luiz Inácio Lula da Silva, ex-presidente, em comunicado
"É imensa a tristeza de receber a notícia de que um amigo tão querido como Ariano Suassuna nos deixou. Este paraibano de língua afiada, alma solidária, escrita ao mesmo tempo simples e profunda, sempre nos honrou com sua amizade. Ariano fez muito pelo povo brasileiro através de suas palavras, sabedoria popular e compromisso político. Um escritor premiado e reconhecido, que nunca se esqueceu que era um homem do povo. Cresceu no sertão do Nordeste e traduziu tantas vezes em seus textos as alegrias e os sofrimentos dos brasileiros. Ariano representou com coerência e grandeza a cultura do Nordeste e do país. Com enorme tristeza, me solidarizo com seus familiares, amigos e admiradores. Como escritor e como militante das causas populares, Suassuna continuará vivo em nossos corações".
Eduardo Campos, candidato à presidência pelo PSBem depoimento no hospital
“O Brasil perde a maior expressão da cultura popular brasileira. Nós perdemos um amigo, um conselheiro, uma referência de toda a vida. Mas Ariano deixa um exemplo de dignidade, que todos nós brasileiros devemos seguir, de austeridade, de amor ao povo, de amor ao Brasil, de amor à cultura, de amor à ética. Viva Ariano Suassuna e seu exemplo de vida. [O que mais aprendi com Ariano] foi a ter fé no Brasil, a ter fé no povo, respeitar nossa cultura, um sujeito que é exemplo de humanidade, compreensão, alguém que formou muitas pessoas. Ariano também foi um grande professor, não só na universidade, mas na vida. E eu tive o prazer, o privilégio de ser aluno dele. Ariano pra nós é um tio, um avô, um pai, um amigo, um companheiro, uma referência, fica uma lacuna muito grande. Eu cheguei essa manhã [no Recife], me despedi dele aqui, por tudo o que ele fez por muitas gerações, muitas pessoas, sobretudo, pela cultura brasileira. Ariano foi daqueles que resistiu nos momentos mais difíceis da cultura brasileira. Hoje é um dia de aplaudir uma vida tão bela, como a vida dele, a vida de Ariano foi tão bonita quanto as suas obras. A saudade é enorme.”
Marina Silva, candidata à vice-presidência pelo PSB, em seu perfil no Facebook 
"Ariano Suassuna é um daqueles casos raros de escritor que a gente se apaixona não apenas pela obra, como também pelo autor da obra. E eu, que já era apaixonada pelos seus escritos, tive o privilégio de, há poucos meses, conhecê-lo pessoalmente. Me senti gratificada pela humildade de Suassuna consigo mesmo, quase alheio à importância que todos lhe damos, os que nem sempre são tão brilhantes quanto ele. Que neste momento, Deus possa confortar seus familiares e seus inúmeros amigos e admiradores."
João Lyra Neto, Governador de Pernambucoem depoimento no hospital
“Pernambuco e Brasil perdem uma das figuras mais intelectuais, que participou da nossa história e da cultura brasileira. E eu, como representantes do povo de Pernambuco, quero levar meu sentimento de muita tristeza, mas ao mesmo tempo, de muita alegria por ter convivido com Ariano Suassuna, uma grande figura humana, excepcional, artistas e, acima de tudo, uma pessoa que reproduziu nossa cultural com a maior sabedoria. Nós vamos decretar luto oficial por três dias e, em contato com a família, fazer o velório no Palácio do Governo.”
Marcelo Canuto, secretário de Cultura de Pernambuco, em comunicado
“O Brasil perdeu o maior defensor de sua cultura popular. Mais que um criador de um movimento cultural, que batizou de Armorial, Ariano foi a própria síntese do que a gente chama de Cultura Brasileira, em suas mais diversas expressões: a música, o teatro, a literatura, as artes visuais, o cinema, o artesanato e arquitetura. O seu comprometimento com a cultura genuinamente brasileira marcou sua obra e suas aulas em defesa de uma produção rica em símbolos e conceitos criados a partir das matrizes de formação do povo brasileiro. Incansável nessa missão de produzir novas obras, ensinar e preservar, Ariano deixa uma marca profunda e permanente na cultura do Brasil. Traduzido em vários países, também deixa seu legado para além de nossas fronteiras. A obra de Ariano deve agora ser preservada por todos e difundida para que, como fez com suas aulas, seja aprendida e discutida, sirva sempre de inspiração e desafio para as novas gerações”.
Renan Calheiros, Presidente do Senado Federal, em comunicado
"A morte do escritor e dramaturgo Ariano Suassuna é uma perda irreparável para a cultura nacional. Ao longo de 87 anos, Ariano soube como poucos revelar as nuances da cultura nordestina.  Paraibano, fundou o Movimento Armorial nos anos 70, que tinha como objetivo utilizar a cultura popular para formar uma arte erudita. A perda do escritor nos silencia, mas seus livros o eternizam na nossa memória. Em cada peça popular, em cada canto nordestino, Ariano Suassuna, reviverá."
Randolfe Rodrigues, senador, em seu perfil no Twitter
"O Homem nasceu para Imortalidade. A morte foi um acidente de percurso." Valeu Mestre Ariano!! Graças a Você Somos Todos Nordestinos!!"
Manuela d'Ávila, deputada estadual, em seu perfil no Twitter
"Descanse em paz, ariano Suassuna! O Brasil amou mais ao Brasil e tornou-se mais brasileiro contigo! Obrigada por tudo!"
Fernanda Souza, atriz, em seu perfil no Instagram
"Obrigada por sua arte! Por nos divertir, nos entreter e nos ensinar... Seu talento e sua história estão em nossa memória e coração! Muito obrigada!"
Humberto Costa, líder do PT no Senado, em comunicado
“Ele foi, sem dúvida, um dos mais autênticos artistas e escritores que nós já tivemos. Além de ser uma pessoa humana encantadora, era um homem de bem com a vida. Para todos nós, é muito triste viver esse momento. Ele que era o paraibano mais pernambucano que se poderia conhecer. Acho que o Brasil todo hoje chora essa perda porque Ariano representava uma grande unanimidade no nosso país."
João Paulo, candidato do PT a senador, em comunicado
"Com a morte de Ariano Suassuna, a cultura nordestina e brasileira perde um dos maiores nomes da literatura e das artes em geral. Perde um lutador pelo resgate e valorização da nossa cultura. Mais que qualquer outro escritor, Ariano foi capaz de ser universal a partir de seu universo regional. Foi erudito, foi popular. Dos momentos de convivência com Ariano, só guardo alegria, bom humor e grandes ensinamentos."
Armando Monteiro, candidato do PTB ao governo de Pernambuco, em comunicado
"Pernambuco chora a perda de Ariano Suassuna: O grande, mestre das palavras e do sentimento mais profundo da alma nordestina. Com a sua partida fica o vazio intelectual, mas, sobretudo, o vazio humano, pela sua imensa capacidade de entender, traduzir e amar os pernambucanos, os nordestinos, os brasileiros. Hoje é um dia muito triste para mim."